Redes Sociais

Notícias

Montenegro revela apoio de diretores e torcedores do Flamengo e critica Landim: “Tem raiva do Botafogo”

Publicado

em

Ex-presidente do BotafogoCarlos Augusto Montenegro fez duras críticas a Rodolfo Landim, presidente do Flamengo. Em entrevista ao Fox Sports, o dirigente alvinegro afirmou que o rival tem raiva do Glorioso. A polêmica é devido à postura dos clubes em meio à pandemia do novo coronavírus e retorno do Campeonato Carioca.

– Qual o problema do Botafogo jogar dia 1º? Ninguém consegue responder o porquê. Já me falaram que tem briga de Flamengo e Fluminense pelo Maracanã, já me falaram que o presidente do Flamengo tem raiva do Botafogo e ele tem. Para querer que o Botafogo não treine é porque tem raiva. Se o Flamengo nos pedisse mais cinco dias de treinos, daríamos. Não tenho raiva de Flamengo, Fluminense ou Vasco. O Flamengo tem um time fora de série, técnico fora de série, merece tudo que está conquistando. Tem que ser grande e humano fora de campo, a disputa é em campo. Respeite os outros, você não joga sozinho – declarou Montenegro, que foi elogiado por flamenguistas.

– Diretores do Flamengo me procuraram e perguntaram: “Por que o Flamengo está fazendo isso?”. Torcedores do Flamengo me deram parabéns nas ruas. Eu não mereço parabéns por estar fazendo a coisa certa, respeitar a vida humana, não existe. Você faz três gols e a 50 metros dois morrem no mesmo ambiente. Cadê a plaquinha dos dois mortos? Isso é falta de respeito – acrescentou.

Críticas ao Flamengo

Montenegro explicou por que o Botafogo ainda não retomou treinamentos e criticou a volta do Campeonato Carioca, com vitória de 3 a 0 do Flamengo sobre o Bangu.

– Não treinamos quando autorizaram, não determinaram, porque tinha pandemia. Ainda tem. O Flamengo comemorou a volta com 1 milhão de casos no Brasil e 50 mil mortos. Se os portões estivessem abertos seriam 50 mil pessoas no Maracanã. O mesmo número de mortes. São 1.300 mortes por dia, significam dez aviões caindo por dia no Brasil. Está todo mundo ignorando isso no futebol. “Vamos jogar, não temos nada a ver com isso”. Fizeram um minuto de silêncio para o massagista com atraso, já tem dois meses que morreu e sem ninguém ver, porque não tinha ninguém no Maracanã e não podia ser transmitido – criticou.

Flamengo com apoio de Jair Bolsonaro, Ferj, TJD e diretor de arbitragem

Por fim, Montenegro detonou o apoio que o Flamengo tem recebido e denunciou que até o diretor de arbitragem da Ferj é flamenguista e transmitiu o jogo de quinta-feira, apesar de não ser permitido.

– Estou no futebol há 25 anos, já teve Eurico (Miranda) e clubes menores contra Botafogo, Flamengo e Fluminense. Teve um caso há 20 anos, Eurico falou que não podia mudar, tinha que ter unanimidade. Quando a Federação quer, é unanimidade, quando não quer, dá um jeitinho e faz o que quiser. Está tudo muito estranho. O presidente da República é Flamengo. É Palmeiras, Flamengo e São Paulo. Quer voltar de forma alucinada. Estamos correndo para depois ficarmos 50 dias parados, esperando os outros Estaduais. O presidente do Flamengo não sai de Brasília, não leva máscara, leva broche. Ontem, fez uma Medida Provisória, que está sendo chamada de MP do Flamengo. A impressão que dá é que o presidente do Flamengo está muito perto do presidente da República. Ele perdeu um assessor, Queiroz, que foi preso e está arranjando outro. Não estou entendendo, o que o presidente da República tem a ver com o Carioca.

– Botafogo e Fluminense querem jogar, mas com um mínimo de dez dias para treinar. Aí, vamos no TJD, o presidente é flamenguista, vai a todos os jogos com a camisa do Flamengo. A luta é Flamengo versus Botafogo e Fluminense. Todo mundo entende o Flamengo querer ficar mais forte, mas não entendo querer enfraquecer os outros. Está treinando há 40 dias, sendo 10 dias escondido. Querer que o Botafogo treine amanhã e jogue segunda é querer enfraquecer o Botafogo. O diretor de arbitragem vai para o jogo com a camisa do Flamengo, transmite o jogo escondido no Instagram, vi um lance de pênalti absurdo, claro, que o Willian Arão tirou com a mão. O diretor de arbitragem flamenguista em vez de falar que foi pênalti, está passando o jogo no Instagram. Vamos ao STJD na esperança de ter terreno imparcial, porque aí, é coisa mais séria, vinculada à CBF, pessoas mais preparadas. Não fizemos mal a ninguém, só estamos com medo e respeitamos as autoridades. As pessoas estão morrendo, a doença é traiçoeira. O Fluminense não teve jogador contaminado, isso é fruto do isolamento. O Rio está na contramão do mundo, não teve um país que jogou com mil mortes por dia. Nenhuma das outras federações está falando de volta do campeonato – finalizou.

Fonte: Redação FogãoNET e Fox Sports / Foto de Capa: Vitor Silva / Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: