Redes Sociais

Notícias

Montenegro, sobre atrasos de salários no Botafogo: “Não temos receita alguma. Em duas semanas, vamos resolver”

Publicado

em

No mesmo dia em que os funcionários do Botafogo divulgaram um manifesto contra os quase quatro meses de salários atrasados, o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro, que atualmente é um dos cabeças do Comitê de Futebol do clube, revelou que existe a possibilidade dos débitos com jogadores e demais profissionais serem quitados até o próximo dia 15.

Em contato com o “Meia Hora”, o dirigente se mostrou muito confiante na solução do problema, uma vez que o Alvinegro ainda caminha para se transformar em clube-empresa. O último pagamento aos funcionários aconteceu no dia 13 de julho, quando o clube quitou o que faltava referente a março e 12% de abril, ou seja, o Botafogo deve ainda os 88% de abril, maio e junho. Julho vence na próxima quinta-feira.

“Não temos receita alguma. Lembrando que não reduzimos os salários de ninguém (em função da pandemia da Covid-19). Em duas semanas, vamos resolver, até o dia 15, vai estar tudo certo”, prometeu Montenegro.

Após o manifesto dos funcionários, o presidente Nelson Mufarrej divulgou uma nota oficial, explicando a situação e revelando o pagamento do mês de maio aos jogadores. Aos jogadores, o Botafogo deve junho. Com julho a vencer, o clube se movimentou para evitar três meses de atrasos. O que permitiria que atletas se desvinculassem por meio da Justiça.

Fonte: Meia Hora / Foto de Capa: Reprodução / BandSports


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: