Redes Sociais

Notícias

Pai de 1ª viagem, Gatito explica convocação em meio a lesão pelo Botafogo: “Foi tudo conversado”

Publicado

em

Goleiro paraguaio está com um edema ósseo no joelho e ainda sem previsão de retorno aos jogos do clube. Por enquanto, ele só segura a pequena Rafaella, de quatro dias

Lesionado e fora dos jogos do Botafogo desde 23 de setembro, Gatito Fernández surpreendeu ao aparecer em campo na estreia do Paraguai pelas Eliminatórias da Copa do Mundo, no início de outubro. A persistência na convocação do goleiro pela seleção gerou estranheza nos médicos alvinegros e revolta dos torcedores nas redes sociais.

Gatito foi para o jogo contra o Peru, que terminou empatado em 2 a 2, mas ficou de fora da partida seguinte, contra a Venezuela, pela mesma lesão que o afastou das partidas pelo Bota, um edema ósseo no joelho direito. Ao GEo goleiro explicou o episódio.

– Foi tudo feito de maneira clara e conversada. Os departamentos médicos (clube e seleção) trocaram informações. Eu já estava liberado para voltar e me sentia bem. Joguei os 90 minutos e depois treinei sem problema algum. No aquecimento pro segundo jogo é que senti o incômodo novamente. São coisas que acontecem na profissão, infelizmente, mas tenho plena confiança nos médicos do Bota e da seleção, disso não tenham dúvidas – disse.

Ainda sem previsão de voltar a treinar com bola e nem de jogar pelo Botafogo (ainda passará por uma ressonância magnética no fim do mês para saber a evolução da lesão), Gatito aproveita para curtir a família. Pai de primeira viagem desde o último domingo, o goleiro tem que agarrar também a pequena Rafaella.

– Momento mais especial da minha vida. Veio até um pouco antes do esperado e ainda me sinto anestesiado. Não sei nem descrever o que estou sentindo. Mistura de amor, ansiedade, receio, esperança, alívio. Tudo junto!

Confira outros assuntos entre Gatito e o GE:

Mais de um mês fora

– Muito ansioso. Ficar de fora por contusão é o que mais incomoda um atleta. Estou com saudade de jogar com meus companheiros.

Disputa com Cavalieri

– O Cavalieri dispensa comentários. É um vencedor, experiente e um craque. Confiamos muito nele. A disputa é excelente e sua qualidade só me faz querer melhorar cada vez mais.

Campanha no Brasileirão

– Precisamos daquela sequência de vitórias pra solidificar de vez nossa confiança. Isso nos fará naturalmente subir na tabela de classificação.

Convívio com novo treinador

– Isso não será problema. Convivo com o Lazaroni há bastante tempo e conheço seu método de trabalho, assim como a maioria do grupo.

Fonte: GE / Foto de Capa: Norberto Duarte – AFP


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: