Redes Sociais

Notícias

Para cortar custos, Botafogo abre mão de lideranças e aposta em elenco jovem para a temporada

Publicado

em

Grupo perde líderes e experiência com saídas de Gabriel, João Paulo e Carli nessa temporada. Clube aposta em Autuori e destaques entre os contratados em 2020

A saída de Joel Carli, acertada na última semana, vai aliviar os cofres do Botafogo, que prevê uma economia de mais de R$ 9 milhões, mas por outro lado, deixa mais um vazio na liderança do elenco. O zagueiro argentino é o terceiro líder que o grupo perde nesta temporada: antes, Gabriel e João Paulo, jogadores influentes nos bastidores, deixaram o clube no início do ano.

Estas baixas expõem um dos reflexos do sacrifício financeiro que o Botafogo faz para sobreviver à espera da S/A. Com objetivo de aproximar a folha salarial do custo de R$ 1 milhão por mês, a diretoria se desfez de medalhões e abriu mão de lideranças importantes para o elenco. Como o trio citado, grande porta-voz dos jogadores alvinegros na última temporada.

Desde janeiro, o clube vendeu João Paulo para o Seattle Sounders-EUA e não conseguiu segurar Gabriel, que voltou para o Atlético-MG. Além dele, outros atletas experientes deixaram General Severiano, como Diego Souza, Rodrigo Pimpão e Valencia. Com salários atrasados e necessidade de fazer caixa, a diretoria não descarta novas negociações.

O mais recente da fila foi Carli, que já não era mais titular absoluto. Contudo, a experiência do argentino era considerada importante pela comissão técnica do Botafogo. Agora, o reserva Ruan Renato é o mais velho entre os defensores, com 26 anos. Os titulares Marcelo Benevenuto e Kanu formam a dupla de zaga mais jovem entre as 20 equipes da série A. O trio ganhou na última terça-feira a companhia de David Sousa, de 18 anos.

Diretoria aposta nos jovens

Para vencer um ano que promete ser desafiador, o clube aposta, também, na juventude dos talentos que foram mapeados no mercado. A maioria dos reforços de 2020 tem menos de 25 anos. As exceções são Ruan Renato, de 26, Danilo Barcelos, de 28 e Honda e Guilherme Santos, que passaram dos 30. Com uma comissão técnica experiente liderada pelo técnico Paulo Autuori, o clube espera que floresçam lideranças entre os atletas maduros na defesa e no meio de campo, principalmente.

O principal candidato para capitão do time é Gatito Fernández, jogador com mais tempo de casa e um dos mais experientes. Só que o goleiro, mais reservado, não mostrou inclinação para assumir o papel em quatro anos de clube. É o mesmo caso de Diego Cavalieri, o atleta mais velho do grupo.

Há grande esperança em alguns contratados que já demonstraram esse perfil em outros clubes. Como os laterais-esquerdos Danilo Barcelos e Guilherme Santos, dois atletas com bagagem e, principalmente, o japonês Keisuke Honda, que tem experiência e rodagem internacional.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: Fred Gomes


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: