Redes Sociais

Notícias

Paulo Autuori explica política de contratações e pede salários em dia no Botafogo

Publicado

em

Treinador garante que não pediu novos reforços e cobra investimento em estrutura e trabalho de base no clube. Além do fim dos salários atrasados, promessa da diretoria para essa temporada

Em meio ao noticiário sobre reforços e, ao mesmo tempo, salários atrasados no Botafogo, o técnico Paulo Autuori resolveu se manifestar publicamente para explicar a política de contratações recente. O treinador defendeu que, mais do que a vinda de novos nomes em grande quantidade, o clube precisa investir na formação de jogadores.

– Não gostaria da vinda de jogadores apenas para dar satisfação à torcida ou à imprensa e fechar espaço para os mais novos que são formados no clube. Me recuso a fazer isso. Enquanto eu estiver aqui, esse tipo de contratação acabou. Não vou permitir, porque acredito no trabalho, na qualificação do trabalho. Não é só a vinda de jogadores. Que os valores sejam convertidos para melhorar o clube em termos estruturais – disse à BotafogoTV.

– Não quero trabalhar apenas na contratação de novos jogadores. Meu trabalho é para o desenvolvimento de jogadores, novos talentos. O clube necessita dos trabalhos dos profissionais nesse sentido. Dentro dessa perspectiva, estamos fazendo um integração, especialmente com o sub-20. Vários jogadores, treinador, preparador físico. A intenção é, quando as coisas voltarem minimamente ao normal, ter uma integração de todo o futebol do clube – emendou.

Autuori garantiu que não pediu novas contratações e se planeja para disputar o Brasileirão com o elenco atual e os quatro reforços fechados nos últimos dias: os laterais Victor Luis e Kevin, o zagueiro Rafael Forster e o atacante Kalou.

Para o treinador, o Bota precisa investir em mais infraestrutura no profissional e na base. Além de honrar o compromisso com jogadores e demais funcionários de pagar salários em dia.

– Estamos no caminho certo e agradeço muito à direção. Sei do esforço diário para proporcionar aquilo que é obrigação dos clubes, pagar salários em dia. Isso é fundamental, será o grande reforço que nós teremos. É o que foi proposto desde o final da temporada passada, eu ainda não estava aqui. Serei o guardião disso. Não posso aceitar que se gaste dinheiro com contratações enquanto as coisas não estão ajustadas no dia a dia.

Outras respostas do treinador:

Contratações pontuais

– Me recuso a estar no clube e pedir jogadores. Uma ideia que não tem nada de sensata é o clube que contrata bem é o que contrata em quantidade. “Contratamos 14 jogadores”. É um grande absurdo, significa que você não fez nada no passado. Nosso objetivo é fazer contratações pontuais de jogadores com potencial.

Foco na formação de atletas

– Queremos valorizar a formação do clube. Jogadores criados aqui que foram vendidos, que evoluíram aqui e foram vendidos. Para retornar em grana para o clube e valorizar o trabalho feito mesmo sem condições adequadas no que diz respeito à infraestrutura. Mesmo assim, comparada com os nossos rivais, a quantidade de jogadores formados aqui é significativa.

Fonte: Globoesporte.com / Foto de Capa: André Durão


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: