Redes Sociais

Notícias

Primeiro gol do Ceará contra o Botafogo deveria ter sido anulado por impedimento, diz comentarista

Publicado

em

O Botafogo foi mais uma vez prejudicado pela arbitragem no Campeonato Brasileiro, no empate em 2 a 2 com o Ceará neste sábado. Além da expulsão de Iván Angulo no fim sem nem mesmo ter cometido falta, o Glorioso sofreu o primeiro gol de forma irregular, segundo a comentarista de arbitragem Fernanda Colombo, do Fox Sports.

No gol de Cléber, que deixou o placar empatado em 1 a 1, Léo Chú acabou atrapalhando o goleiro Diego Cavalieri, estando na linha do chute e em posição irregular. A transmissão do jogo, do canal Premiere, nem sequer analisou o impedimento.

– No momento do chute do Cléber, vamos observar que o Léo Chú está em posição de impedimento, na frente do Cavalieri. Ele atrapalha a ação do goleiro. Para mim é um impedimento por interferência que deveria ter sido marcado em campo – afirmou.

O gol demorou alguns segundos para ser validado, mas o árbitro Diego Pombo Lopez nem foi ao VAR para revisar o lance. Segundo Fernanda Colombo, o vídeo deveria ter sido acionado para auxiliar o juiz.

– O VAR ficou na dúvida de chamar por, talvez, entender que não foi uma interferência clara, mas ela houve sim. O Cavalieri atrasa um pouco na hora de tentar fazer a defesa. Para mim, esse gol foi irregular. A arbitragem demorou um pouquinho para confirmar esse gol. Deveria chamar para ver no monitor, já que é um lance de interpretação – concluiu a ex-auxiliar.

No primeiro tempo, o árbitro Diego Pombo Lopez cometeu outro erro: ele já deveria ter mostrado um cartão amarelo para Luiz Otávio, do Ceará, por ter dado uma braçada no rosto de Matheus Babi. Na sequência, o zagueiro cearense fez falta dura em Lecaros e poderia ter sido expulso pelo segundo amarelo.

Fonte: Redação FogãoNET e Fox Sports / Foto de Capa: Reprodução – Fox Sports


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: