Redes Sociais

Notícias

Promessa do Palmeiras não ficou no Botafogo por falta de dinheiro para ir treinar

Publicado

em

O Botafogo mudou completamente sua forma de pensar e agir nos bastidores. Antes, o objetivo era contar com apostas contratadas por baixo valor, visando um retorno financeiro sempre que possível; agora, devido à proximidade da conversão para clube-empresa, uma S/A, Ricardo Rotenberg mudou o foco das transações, optando por dar mais espaço para a base no time principal.

O dirigente realmente cumpriu o que prometeu e trouxe 5 bons reforços para o elenco de Paulo Autuori, além de dar autoridade ao técnico para subir qualquer jogador que ele queira das categorias de base. Quem poderia fazer parte desse elenco do Glorioso era o volante Patrick de Paula. O camisa 5 do Palmeiras, que já tem sondagens de grandes clubes da Europa como Inter de Milão, da Itália, Olympique de Marseille, da França e Atlético de Madrid, da Espanha, tinha tudo para ser o xerife do meio de campo do Glorioso.

Isso porque o volante, quando estava começando sua carreira, foi levado pelo irmão para fazer testes nos quatro grandes do Rio de Janeiro. Patrick acabou sendo aceito na equipe de General Severiano, acabou não indo treinar com os novos companheiros alegando questões financeiras. Sendo assim, o meio-campista optou por jogar a Taça das Favelas.

“Eu comecei a jogar bola com 5 anos de idade. Meu irmão me levou para jogar em um campinho e desde lá segui minha trajetória. Fui levando o futebol a sério, fiz testes nos quatros grandes do Rio, passei no Botafogo, mas acabei não indo treinar, pois não tinha condições financeiras de ir todo dia e aí acabei nem indo mais e fui seguindo e aí fui na Taça das Favelas, depois joguei o torneio da Nike, viajei com eles para a França, depois joguei um campeonato amador da capital (Rio de Janeiro) até o Palmeiras me levar para fazer testes”, completou o jovem jogador, em entrevista à TV Palmeiras.

Desde que Paulo Autuori chegou ao Botafogo, o treinador vem fazendo uma interação do elenco profissional com a base. Quando a equipe voltou a treinar após o período sem jogos e atividades por conta do coronavírus, o comandante chamou o goleiro Andrew; o zagueiro Wesley; os volantes Wendel, Michel e Romildo e os atacantes Ênio, Vitinho e Marquinhos para se juntar ao elenco.

Fonte: BolaVip e TV Palmeiras / Foto de Capa: Divulgação / Agência Palmeiras


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: