Redes Sociais

Notícias

Queda de Lazaroni no Botafogo não foi unânime: “Fui voto vencido”, diz Renha

Publicado

em

Bruno Lazaroni foi técnico do Botafogo durante apenas um mês, com seis jogos (duas vitórias, dois empates e duas derrotas), mas a queda dele de treinador para auxiliar, anunciada nesta quarta-feira, não foi unanimidade no clube.

Membro do Comitê Executivo de Futebol, o ex-diretor da base Manoel Renha foi contrário à saída.

– Fui voto vencido, porque não achava que deveríamos demitir um treinador com 50,5% de aproveitamento no Brasileiro – afirmou Renha ao site “GE”.

Já o ex-presidente Carlos Augusto Montenegro demitiria Bruno Lazaroni quando viu a escalação do Botafogo contra o Cuiabá.

– Acho que ele não poderia ficar nem mais um minuto, o erro dele foi entrar com o Cícero contra o Cuiabá. Não gostei, não mudou nada, o Forster não estava mal e, se ele quisesse fazer diferente, colocava o Caio de primeiro volante. Não ter substituído no intervalo me irritou muito. A gente sentiu que, como temos um grupo jovem, foi o que deu pra montar, precisamos de uma liderança maior. Talvez, o momento de apostar no Lazaroni foi errado e podemos apostar mais pra frente – disse Montenegro.

O Botafogo busca um novo treinador com o gerente de futebol Túlio Lustosa à frente das negociações.

Fonte: Redação FogãoNET e GE / Foto de Capa: Vitor Silva – Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: