Redes Sociais

Notícias

Rumo ao Botafogo? Honda quer sair da zona de conforto e diz que prefere ser tratado como azarão

Publicado

em

Com uma proposta interessante do Botafogo em mãos, Keisuke Honda vai dando, aos poucos, um direcionamento do clube que irá atuar na temporada 2020. Em vídeo divulgado pela página do atleta no Instagram, o meia afirmou não querer jogar no Japão, sua terra natal, e adiantou que sua preferência é sair da zona de conforto.

– Vocês já devem ter escutado sobre o porquê de eu não querer viver e jogar futebol no Japão. Eu tenho medo de entrar em uma zona de conforto. Eu sei que vivendo e jogando em um país tão familiar seria muito confortável e agradável para mim. Mas, por outro lado, tem uma parte de mim com medo que eu pare de me desafiar. Então, eu prefiro estar em um ambiente que ninguém me conheça e que as pessoas me tratem como um “underdog” (azarão). Esses ambientes difíceis me inspiram a me manter sempre me desafiando. É por isso que eu preciso me colocar nesses lugares – disse o canhoto.

Honda começou a carreira profissional no Japão, no Nagoya Grampus. Depois disso, despontou para o futebol mundial ao defender clubes famosos na Europa, como o CSKA Moscou e o Milan, além de duas passagens pela Holanda, onde é muito querido (VVV-Venlo e Vitesse). Fora dos grandes centros, vestiu as camisas do Pachuca, do México, entre 2017 e 2018, e do Melbourne Victory, da Austrália, em 2018 e 2019.

Depois de topar desafios na Europa, América Central e Oceania, será a vez do Fogão na América do Sul? Honda gostou da oferta enviada pela diretoria alvinegra e ficou de dar uma resposta até terça-feira.

Fonte: Redação FogãoNET

Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: