Redes Sociais

Notícias

Sem grandes investimentos, Botafogo prevê mais espaço para atletas da base em 2020

Publicado

em

Na atual temporada, clube foi quem mais usou jogadores formados nas categorias inferiores durante o Campeonato Brasileiro

Alberto Valentim já adiantou que o Botafogo vai buscar reforços para todos os setores em 2020. O clube trabalha com alguns nomes, mas ainda não avançou em nenhuma negociação. Além das contratações, outra estratégia será a continuidade do processo de integração entre base e profissional. Os garotos serão novamente aproveitados na próxima temporada.

“Tenho a preocupação, de puxar os jogadores da base para treinar com o profissional. Aqueles que se destacam, estão prontos ou quase prontos, já vão fazer parte do profissional” (Valentim).

Em 2019, o Botafogo foi o clube da Série A que mais usou atletas da base no Campeonato Brasileiro. Ao todo, o Alvinegro escalou 15 jogadores formados nas categorias inferiores. Muitos deles com status de titular e importantes na luta contra o rebaixamento.

Marcelo, Kanu, Marcinho, Fernando, Jonathan, Lucas Barros, Gustavo Bochecha, Wenderson, Rickson, Yuri, Rhuan, Lucas Campos, Igor Cássio, Vinicius Tanque e Luis Henrique estiveram em muitas partidas na temporada. Desses, Jonathan já deixou o time (negociado com o Almería em agosto) e outros não ficarão para 2020.

Três desses atletas, por exemplo, negociam a extensão de contrato com o clube: Lucas Campos, Luis Henrique e Igor Cássio. As conversas agora serão tocadas pelo novo gerente técnico de futebol, Valdir Espinosa, apresentado pelo Alvinegro no último sábado.

Além dos garotos, outros jogadores em fim de contrato sairão e alguns devem ser negociados. Então haverá mais perdas. O Botafogo depende dessas saídas para definir as chegadas.

– Vamos precisar de laterais, meio-campistas, atacantes, zagueiros. São quase todos os setores. Vamos precisar de um camisa 9, de jogadores de beirada, com características que eu gosto. Temos que fortalecer o elenco, até porque alguns jogadores vão sair – disse o treinador alvinegro.

Com a mudança no futebol para o modelo de clube-empresa, que deve acontecer ao longo de 2020, espera-se que o investimento aumente durante a temporada, mas o Botafogo inciará o ano com corte de gastos e reforços pontuais, sem estrelas. Por isso, a base novamente terá papel fundamental na montagem do elenco.

A Copa São Paulo de Futebol Júnior pode servir de teste para alguns atletas, que passarão a integrar o profissional em 2020. O torneio tem início no dia 2 de janeiro, e o Botafogo tem estreia marcada para o dia 3, contra o Visão Celeste.

Fonte: Globoesporte.com


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: