Redes Sociais

Notícias

Sindicato cobra que clubes comprovem pagamento ao fim do Carioca sob pena de perda de pontos

Publicado

em

Em nota enviada à Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro, Saferj também se mostra favorável ao retorno do Campeonato Carioca; veja o documento na íntegra

Em meio à pandemia do novo coronavírus, os bastidores entre integrantes do Campeonato Carioca e Federação de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Ferj) seguem a todo vapor e, nesta semana, foi a vez do Sindicato dos Atletas de Futebol do Estado do Rio de Janeiro (Saferj) entrar no “jogo” e, além de apoiar a volta do futebol, cobrar comprovação de pagamento dos contratos de trabalho sob pena de perda de pontos.

Uma carta foi enviada à federação, assinada por Alfredo Sampaio, presidente do Saferj. Ele justifica o apoio ao retorno das atividades por conta da “necessidade de sobrevivência devido ao momento financeiro que muitos estão passando”.

– Com a definição do retorno das atividades no futebol carioca, vimos que um dos argumentos que fortaleceu essa decisão foi a concordância de um elevado de atletas em voltar aos treinamentos, fato, inclusive, mencionado pelo prefeito Marcelo Crivella – diz o comunicado, que segue:

– Ficou claro que apesar do receio em voltar à atividade dado o risco de contaminação, a necessidade de sobrevivência devido ao momento financeiro extremamente difícil que muitos estão passando foi fator que pesou na decisão.

Contudo, ao fim da nota, o sindicato externa considerar “inadmissível que, no estado de insegurança que ainda estamos, os atletas retornando às suas atividades, incorram no risco de não terem seus salários recebidos.”

Veja a carta na íntegra:

A FATIA PARA OS CLUBES PEQUENOS

Enquanto isso, o interesse dos clubes pequenos quanto à volta do Estadual está ligado diretamente aos direitos de imagem e a um possível acerto do Flamengo com a Rede Globo. No primeiro caso, os jogadores dos clubes que ainda enfrentarão os grandes nas rodadas finais do Carioca poderão receber até R$ 2 mil por entrarem em campo.

Com os recorrentes atrasos de salários que assolam a realidade dos grandes, a quantia é vista como solução para os atletas. Além disso, com a ausência inicial do Fla no acordo com a emissora responsável pela transmissão do campeonato, o dinheiro da cota foi diminuído. Um possível acerto para as duas rodadas finais faria com que a cota suba proporcionalmente aos pequenos.

VOLTA DO CARIOCA

No Rio Centro, foi realizada uma reunião no último domingo com Crivella e clubes da elite do Carioca, exceto Botafogo e Fluminense – contrários à volta das atividades neste momento. Nela, um planejamento para o retorno do Estadual no dia 14 de junho foi elaborado.

Fonte: Lance


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: