Redes Sociais

Notícias

Times do Rio lideram com folga ranking de prejuízo por jogos sem público

Publicado

em

Os clubes cariocas são, de longe, os que mais perdem dinheiro pela falta de público nos estádios. Juntos, Flamengo, Fluminense, Vasco e Botafogo respondem por quase 35% do total de prejuízo acumulado até a 9ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Isso significa um total de pouco mais de R$ 2,1 milhões de despesas acumuladas como arbitragem, dopagem, segurança e custos de operação dos estádios. Essas verbas seriam, normalmente, compensadas com a venda dos ingressos, fato que não acontece no momento por conta da pandemia de coronavírus.

O Fluminense ainda não divulgou o boletim financeiro da partida contra o Flamengo e já tem prejuízo acumulado de R$ 753.672,81, pouco à frente justamente do rubro-negro, que registra saída de R$ 732.091,73 em quatro jogos como mandante.

A dupla lidera com folga o ranking de prejuízo porque precisam pagar aluguel para o Maracanã. De acordo com os boletins financeiros, são ao menos, R$ 30 mil pagos para poder atuar no estádio.

O Botafogo vem em seguida com R$ 335.117,24 de prejuízo acumulado. Apesar de não pagar aluguel segundo o boletim financeiro, o time de General Severiano tem um custo de quase R$ 40 mil que é classificado apenas como “despesa operacional”.

O Vasco também não paga aluguel para atuar em São Januário, mas os boletins financeiros apontam para uma “despesa operacional” de mais de R$ 20 mil por jogo. No total, são pouco mais de R$ 330 mil de prejuízo em quatro jogos como mandante. A equipe ainda não divulgou os gastos da partida contra o Atlético-GO.

O Atlético-MG tem situação parecida e também tem uma média alta de gastos com as partidas no Mineirão. O boletim não registra aluguel, mas a despesa operacional de cada partida ultrapassa os R$ 50 mil.

Como mostrou este blog, a Ferj, que representa os clubes cariocas, tem a intenção de liberar público nos estádios o mais rápido possível e tratará, em reunião nesta semana, a possibilidade de voltar a vender ingresso a partir do dia 4 de outubro. A CBF ainda precisa ser consultada e dar o seu aval para que isso aconteça.

Fonte: Coluna Danilo Lavieri – UOL / Foto de Capa: Divulgação Greenleaf


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: