Redes Sociais

Notícias

Tri mundial: Botafogo ganhou tudo que disputou, mas foi impedido de jogar Libertadores

Publicado

em

Um time tetracampeão carioca na mesma década (61, 62, 67 e 68), bicampeão da Taça Guanabara (67 e 68) – à época uma competição à parte do Estadual -, tricampeão do Rio-São Paulo (62, 64 e 66) e campeão brasileiro (68). Base da Seleção Brasileira tricampeã mundial (58, 62 e 70). Vencedor de diversos títulos internacionais, com destaque para o tri mundial conquistado em Caracas (67, 68 e 70). A pergunta que fica é: por que o Botafogo não conquistou a Libertadores neste período?

A melhor resposta é que esse mesmo time tricampeão mundial foi impedido de disputar a Libertadores. Um timaço que teria totais condições de ganhar a competição com craques como GersonPaulo Cézar CajuCarlos RobertoRoberto MirandaAfonsinhoRogérioSebastião LeônidasNei Conceição, MoreiraWaltencir, entre outros, com Zagallo como técnico. Ainda mais sem ter a concorrência do Santos de Pelé, algoz do Botafogo na semifinal de 1963.

Por que o Botafogo não disputou a Libertadores?

A história é a seguinte: a Taça Brasil de 1968, Campeonato Brasileiro conquistado pelo Botafogo, se encerrou apenas em outubro de 1969, bem após o início da Libertadores. Então, a CBD, antigo nome da CBF, definiu que os dois representantes brasileiros sairiam do Torneio Roberto Gomes Pedrosa de 1968. Porém, em protesto contra a Conmebol, por não concordar com o formato da competição (no qual cada país teria igualmente duas vagas) e pela violência dos rivais sul-americanos, Brasil e Argentina boicotaram a Libertadores de 1969. Apenas o Estudiantes, à época atual campeão, jogou, conquistando o bicampeonato.

Mas e a vaga do Botafogo? A CBD definiu que o campeão da Taça Brasil de 1968 (terminado em 1969) disputaria a Libertadores de 1970 (novamente conquistada pelo Estudiantes). Porém, a mesma CBD novamente boicotou a competição, pelos motivos alegados anteriormente mais a justificativa de que atrapalharia a preparação para a Copa do Mundo e impediu a participação do Botafogo. Justamente aquele time que ganhou tudo, inclusive o tri mundial em Caracas.

Em uma década que o Brasil tinha direito a poucas vagas na principal competição do continente (uma de 1960 a 1965 e duas de 1966 até o início dos nos 2000 mais o atual campeão – enquanto na atual edição há oito clubes nacionais), é justo dizer que o futebol brasileiro deve uma Libertadores ao Botafogo, que, impedido de conquistar a América e a Copa Intercontinental pelas vias tradicionais, ganhou o mundo vencendo todos os torneios possíveis. Uma geração de ouro que merece o reconhecimento de tricampeão mundial.

Fonte: Redação FogãoNET

Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: