Redes Sociais

Notícias

Valentim comenta saída de Anderson Barros e diz que 2020 “não será fácil” pelas dificuldades do Botafogo

Publicado

em

Alberto Valentim está em Teresópolis desde esta terça-feira para um curso de técnicos da CBF, que se estenderá até o dia 20 de dezembro. Focado na capacitação, o treinador, porém, não se desliga do Botafogo, com quem tem contrato até o fim de 2020. Ele participa, junto com a diretoria, do planejamento para a próxima temporada.

– O curso é importantíssimo, temos que focar no que é passado ali dentro de sala, mas não podemos nos desligar também. Nós corremos contra o tempo em relação a planejamento e construção de um novo elenco. Tenho contrato até dezembro de 2020, mas não só eu decido se vou até o final. Mas a ideia é essa, fazer um 2020 melhor do que foi esse ano.

Carlos Augusto Montenegro, um dos integrantes do Comitê Executivo de Futebol do Botafogo, afirmou que o clube reduzirá sua folha salarial de R$ 3 milhões para R$ 1 milhão e que o início de 2020 não será de grandes contratações.

– Tive uma conversa muito transparente com o Montenegro, não podemos fugir da realidade. A gente sabe da realidade financeira de alguns clubes, e o Botafogo está entre os que vivem grandes dificuldades. Tem uma expectativa de melhorar se tornando empresa. Vamos procurar contratações pontuais, fazer um Botafogo forte, lembrando que não será fácil pelas dificuldades financeiras.

Nesta terça, o presidente do Botafogo, Nelson Muffarej, liberou o gerente Anderson Barros para tentar acerto com o Palmeiras. Valentim comentou a saída do diretor de futebol.

– O Botafogo perde muito, e o Palmeiras vai ganhar muito. Fico triste por um lado, mas também feliz por ser um cara que gosto muito e sei que vai cair dentro de uma instituição organizada e com muita saúde financeira. Tenho certeza que vai ser muito feliz lá se fechar mesmo com o Palmeiras.
globoesporte.com



Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: