Redes Sociais

Notícias

Vice do Botafogo descarta recuperação judicial e detalha S/A: “Há segundo modelo, que vai bem”

Publicado

em

O Botafogo não está em busca de recuperação judicial. A possibilidade foi levantada e ganhou força no noticiário nos últimos dias, mas foi descartada pelo ex-presidente Carlos Eduardo Pereira, em entrevista à Rádio Tupi.

Segundo CEP, há um segundo modelo para a Botafogo S/A que tem avançado.

Leia trechos:

Como está a Botafogo S/A?

– O clube soltou uma nota explicando que uma das versões do trabalho de S/A não avançou da maneira como se esperava. Isso passou a falsa impressão de que todo o trabalho estava em dificuldades, o que não é verdade. Existe um segundo modelo, que vai bem. Estamos trabalhando neste primeiro momento. Existiam esses dois modelos sendo desenvolvidos, esse segundo está muito firme, buscando empresas investidoras internacionais do ramo esportivo. Desta forma, não há nenhuma desistência do Botafogo, nem busca por prioridade em recuperação judicial como foi noticiado. O trabalho prioritário hoje é pela S/A. Continuamos nesse trabalho e estamos muito confiantes nele.

Qual o perfil dos investidores?

– Tem que ter experiência em esportes. Não adianta oferecer produto esportivo para investidor em imóveis, em minérios ou em energia. Cada um entende bem do seu segmento e tem facilidade de visualizar as oportunidades. Estamos trabalhando e buscando investidores da área esportiva que podem realmente avaliar e perceber o Botafogo como uma boa oportunidade no mercado e no futebol brasileiro.

Recuperação judicial?

– Isso foi tratado numa recente reunião com os candidatos a presidente do clube e foi uma referência à legislação que está sendo aguardada no Senado, seria votada. No entanto, foi adiada por conta da morte do senador Arolde de Oliveira e ficou de ser marcada nova data. O projeto prevê a recuperação judicial no âmbito do clube-empresa. A legislação atual trata de recuperação judicial, apesar de haver uma exceção que é a Universidade Cândido Mendes. A gente não considera isso como uma prioridade e sim como uma exceção. No momento, a questão de recuperação judicial está afastada. Mesmo porque a legislação do clube-empresa não foi aprovada.

O que falta para a S/A?

– A torcida ficou cansada disso (prazos), há um desgaste grande em relação a políticos e dirigentes de futebol. Sinto isso na pele. A S/A não saiu ainda, porque o Botafogo ainda não ultimou todos os preparativos. Você tem que ter todos os preparativos prontos para ter essa engrenagem pronta. Não adianta você ter um desejo se você não tem uma engrenagem pronta, que é complexa. Vai passar pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM), não são instrumentos particulares, são públicos. Isso vai demandar uma fiscalização externa. O Botafogo está fazendo isso com extremo cuidado e extremo respeito, com empresas do mais alto gabarito. Para tudo isso existem prazos que foram prejudicados pela Covid. Não é questão de dinheiro não. A captação até ficou facilitada com a questão cambial dada a desvalorização do real entre as moedas importantes do mundo.

Fonte: Redação FogãoNET e Rádio Tupi / Foto de Capa: Vitor Silva – SSPress – Botafogo


Clique para Comentar

Copyright © 2019 Rádio Botafogo. Todos os Direitos Reservados.

%d blogueiros gostam disto: